O terrorismo anarquista no Brasil da Primeira República: construções de sentidos de militantes e a repressão governamental

Autores

  • Fabrício Pinto Monteiro Secretaria Municipal de Educação/Uberlândia

Resumo

Este artigo possui como tema central manifestações do terrorismo anarquista no Brasil das primeiras décadas da República. Através de alguns eventos pontuais, são discutidas as construções dos sentidos dessas ações por militantes no país e as formas de repressão às mesmas pelo Estado.

Biografia do Autor

Fabrício Pinto Monteiro, Secretaria Municipal de Educação/Uberlândia

Doutor em História pela Universidade Federal de Uberlândia. Professor da Educação Básica na rede municipal de ensino de Uberlândia, MG. Autor de O Niilismo Social: anarquistas e terroristas no século XIX (Annablume, 2010).

Downloads

Publicado

10.12.2017

Como Citar

Monteiro, F. P. (2017). O terrorismo anarquista no Brasil da Primeira República: construções de sentidos de militantes e a repressão governamental. Escrita Da História, 4(8), 262–287. Recuperado de https://escritadahistoria.com/index.php/reh/article/view/90