Nos bastidores de um jornal libertário anarquista: comentários sobre o processo de produção e circulação do jornal A Terra Livre entre os anos de 1905 e 1910

Autores

  • Lucas Thiago Rodarte Alvarenga Universidade Federal de São Paulo

Resumo

O propósito deste trabalho é analisar o jornal libertário anarquista A Terra Livre, lançado em São Paulo em 1905, tendo sua circulação até o ano de 1910. O artigo, fruto de uma pesquisa para obtenção do Mestrado em História pela Universidade Federal de São Paulo, prioriza o jornal em sua concepção, estruturação e formas de veiculação, bem como a atuação de seus idealizadores: Edgard Leuenroth e Neno Vasco, jornalistas, anarquistas e importantes militantes libertários da época. Nessa análise, busca-se identificar e compreender as diversas estratégias buscadas pelos idealizadores para criar um novo jornal e mantê-lo em circulação entre os trabalhadores brasileiros da época, dada as dificuldades financeiras para a sua sobrevivência. Em suma, o artigo mostra a realidade em se fazer jornalismo independente no início do século XX no Brasil.

Biografia do Autor

Lucas Thiago Rodarte Alvarenga, Universidade Federal de São Paulo

Graduado em Comunicação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Mestre em História pela Universidade Federal de São Paulo. Atua na área de imprensa operária, jornalismo, anarquismo.

Downloads

Publicado

10.12.2017

Como Citar

Alvarenga, L. T. R. (2017). Nos bastidores de um jornal libertário anarquista: comentários sobre o processo de produção e circulação do jornal A Terra Livre entre os anos de 1905 e 1910. Escrita Da História, 4(8), 218–239. Recuperado de https://escritadahistoria.com/index.php/reh/article/view/88