Um teórico da história na periferia do capitalismo: José Honório Rodrigues e a concepção de História na escritura de Teoria da História do Brasil (1949)

Autores

  • Cesar Leonardo Van Kan Saad Doutorando em história na Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo

O presente trabalho tem por intenção tensionar possibilidades reflexivas perante a noção de “teoria da história” no Brasil. Nesse sentido, tenho por objetivo problematizar aspectos da escritura que dão densidade ao projeto de José Honório Rodrigues (1913 – 1987), em Teoria da História no Brasil (THB), de 1949. Assim, duas linhas argumentativas são construídas e investigadas neste trabalho. A primeira, diz respeito às funções estabelecidas em relação ao conhecimento histórico por José Honório. Em um segundo momento, invisto sobre os conceitos de história presentes na escritura de THB, bem como na instrumentalização desses respectivos conceitos na leitura de José Honório em relação à disciplina da história. Deste modo, ambas as linhas argumentativas perspectivam possibilidades conceituais para a “teoria da história” em Rodrigues.

Biografia do Autor

Cesar Leonardo Van Kan Saad, Doutorando em história na Universidade Federal de Minas Gerais

Formando em História pela Universidade Estadual de Ponta Grossa, em 2012. Mestre em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em 2016. Doutorando em História pela Universidade Federal de Minas Gerais. Áreas de interesse: teoria da história, historiografia brasileira, José Honório Rodrigues.

Downloads

Publicado

16/04/2021

Como Citar

Saad, C. L. V. K. (2021). Um teórico da história na periferia do capitalismo: José Honório Rodrigues e a concepção de História na escritura de Teoria da História do Brasil (1949). Escrita Da História, 7(13), 39–76. Recuperado de https://escritadahistoria.com/index.php/reh/article/view/221

Edição

Seção

Dossiê: História da historiografia contemporânea: crítica, escrita e historicidade